Segunda, 20 de agosto de 2018
(67) 9-9959-0792
Geral

06/12/2017 às 11h31

1

Redação

Campo Grande / MS

Inflação da baixa renda desacelera em novembro, aponta FGV
Inflação da baixa renda desacelera em novembro, aponta FGV

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) subiu 0,21% em novembro, resultado menor do que o registrado em outubro, quando subiu 0,42%, informou nesta quarta-feira, 6, a Fundação Getulio Vargas (FGV).


O indicador é usado para mensurar o impacto da movimentação de preços entre famílias com renda mensal entre 1 e 2,5 salários mínimos. Com o resultado, o índice acumulou alta de 2,10% no ano. Em 12 meses, a taxa do IPC-C1 ficou em 2,29%.

Em novembro, o IPC-C1 ficou abaixo da variação da inflação média apurada entre as famílias com renda mensal entre 1 e 33 salários mínimos, obtida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Brasil (IPC-BR), que teve alta de 0,36% no mês. No acumulado em 12 meses, porém, a taxa do IPC-BR foi superior, aos 3,35%.


 

FONTE: Com Estadão Conteúdo

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium